terça-feira, 15 de novembro de 2016

ATIVIDADE DE COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS DIVERSOS

ATIVIDADE DE COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS DIVERSIFICADOS

PLATÃO (428-354 a.C)

A “forma” ideal mais famosa de Platão é sua ideia de uma sociedade ideal, que ele descreveu no diálogo “A República”. Neste, Platão expressou firmes opiniões sobre a estrutura da sociedade. Ele acreditava que as pessoas se dividem em tipos. Algumas não são especialmente brilhantes e nunca poderão esperar ocupar posições importantes. Ele disse que essas pessoas têm alma de bronze e se destinam à agricultura e outros trabalhos. Platão rotulou esse grupo de “trabalhadores”. Acima dele estão aqueles com alma de prata: essas pessoas possuem alguns talentos e podem vir a ser importantes para a sociedade, sendo mais adequadas a policiar e a proteger o Estado. Platão chamou esse grupo de “soldados”. No alto da escada estão aquelas pessoas com alma de ouro, que têm a inteligência e a educação necessárias para se tornar filósofos e governantes — os “guardiães”.



01. A partir da leitura dos textos, percebe-se que a sociedade ideal de Platão é
a) humanitária e desprendida de quaisquer interesses e preconceitos.
b) dividida em classes de acordo com as condições sócio-econômicas.
c) estratificada e determinada de acordo com os talentos do indivíduo.
d) egoísta e egocêntrica, pois cada indivíduo só pensa em si mesmo.
e) passional e constrói as relações pessoais com base em sentimentos exagerados.

02. A referenciação é uma estratégia linguística utilizada na construção de sentido do texto, responsável pela progressão temática. Nos períodos I. “Neste, Platão expressou firmes opiniões sobre a estrutura da sociedade” e em II. “Acima dele estão aqueles com alma de prata:...”, os termos destacados foram empregados para evitar a repetição de palavras e fazer a ligação entre as ideias. Pode-se afirmar, então, que
a) “Neste” refere-se a diálogo e “dele” refere-se a grupo.
b) “Neste” refere-se a diálogo e “dele” refere-se a Platão.
c) “Neste” refere-se a Platão e “dele” refere-se a grupo.
d) “Neste” refere-se a grupo e “dele” refere-se a Platão.
e) “Neste” refere-se a livro e “dele” refere-se a soldado.

COM PROPOSTA MAIS AMBICIOSA, BRASIL CHEGA À COP21 COMO IMPORTANTE NEGOCIADOR DO CLIMA
Ao assumir objetivo voluntário de corte no lançamento de gases de efeito estufa, País vira referência para países desenvolvidos.
O Brasil chega à 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP21) como o único país em desenvolvimento a se comprometer com a redução absoluta de emissões de gases de efeito estufa para conter o aquecimento global. Trata-se de um objetivo ousado e um avanço em relação ao compromisso assumido na COP15, em 2009, quando o País anunciou uma meta de redução, mas como base nas tendências de emissões futuras.
A COP21 reúne nesta semana 195 países mais a União Europeia, em Paris, na França, com o objetivo de alcançar um novo acordo global sobre o clima que limite o aquecimento do planeta a 2 graus Celsius até 2100.
Para se ter uma ideia, o Brasil agora coloca como principal compromisso reduzir em 37%, até 2025, e em 43%, até 2030, as emissões de gases do efeito estufa. Para isso, o País pretende também zerar o desmatamento na Amazônia Legal e restaurar 12 milhões de hectares de florestas até 2030, uma área equivalente ao território da Inglaterra.
A redução absoluta das emissões é exigida apenas das economias desenvolvidas, mas será perseguida voluntariamente pelo governo brasileiro em todos os setores da economia como pecuária, agricultura e indústria.
por Portal Brasil

03. O texto em análise apresenta características linguísticas e textuais correspondente ao gênero
a) Artigo de opinião, porque o autor defende a sua opinião sobre um tema polêmico da atualidade.
b) Editorial, porque representa a opinião do Portal Brasil sobre a conferência do clima que ocorreu em Paris.
c) Carta argumentativa, porque é uma carta pública que defende a adesão dos países ao acordo para a redução de gases.
d) Crônica reflexiva, porque o autor faz uma reflexão sobre as condições climáticas e o comportamento do ser humano em relação ao meio ambiente.
e) Notícia, porque é um texto informativo que tem o objetivo de atualizar o leitor sobre um fato ocorrido recentemente.

04. No período “...governo brasileiro em todos os setores da economia como pecuária, agricultura e indústria”, a conjunção “como” foi empregada para
a) fazer comparação.
b) citar exemplos.
c) indicar a causa de um problema.
d) indicar conformidade.
e) relacionar ideias opostas

O GOVERNO FEDERAL ANUNCIOU UM PACOTE DE MUDANÇAS PARA O ENSINO MÉDIO.
Dentre as iniciativas, estão o aumento na carga horária, com o mínimo de sete horas por dia, e a opção pela formação técnica.

As mudanças para o Ensino Médio previstas no pacote anunciado pelo Ministério da Educação, por meio de medida provisória, não foram discutidas de maneira detalhada com os professores do Ensino Médio, os quais deveriam ser os principais ouvintes, já que são protagonistas do cotidiano de sala de aula e do processo de ensino e aprendizagem das diversas disciplinas que trabalham. Portanto, uma implantação brusca da proposta impacta, de maneira negativa, no planejamento, execução e acompanhamento didático de todo o trabalho que já vem sendo realizado pelo professorado, desfazendo um conjunto de ações elaboradas no sentido de construir melhorias para o Ensino Médio, por meio do Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio, do ano de 2013, que envolveu ações das esferas federal, estadual e municipal.
A retirada da obrigatoriedade das disciplinas de Sociologia e Filosofia comprometerá a formação de visão de mundo do alunado, a percepção crítica e interpretativa, as quais são ressaltadas, por educadores de todo o mundo, como necessárias para uma efetiva educação de qualidade.
Outro aspecto preocupante é sobre os itinerários educativos sugeridos na proposta. Segundo a mesma, as unidades escolares ofertarão cursos e disciplinas que possam atender à formação do alunado, para a escolha profissional; entretanto, a oferta estará condicionada às decisões tomadas nas unidades escolares, ou seja, a escolha do alunado pela qualificação prometida passará de uma ampla possibilidade que hoje ele tem, para um condicionamento ao que for oferecido pelas unidades escolares. Esse formato lembra o cenário da educação brasileira ocorrido com a implantação da Lei nº 5692/71, que preconizava bases para a profissionalização dos alunos do antigo 2º grau, hoje Ensino Médio, e que não apresentou os resultados esperados à época.
Em relação ao aumento da carga horária, pretendendo-se implantar o ensino em tempo integral, só será possível se os investimentos forem mais robustos, pois, se os investimentos ficarem apenas nos valores anunciados inicialmente, não será viável, tendo em vista o tamanho da rede de Ensino Médio brasileiro.
Adriana Eufrásio Braga / adrianaufc@yahoo.com.br
Professora do Núcleo de Avaliação Educacional da Faculdade de Educação/UFC

05. O texto da professora Adriana Eufrásio Braga apresenta características textuais linguísticas próprias do gênero textual
a) Editorial.
b) Carta argumentativa.
c) Artigo de opinião.
d) Notícia.
e) Reportagem.

06. A professora Adriana Eufrásio defende, em seu texto, a TESE (ideia principal) de que
a) “As mudanças para o Ensino Médio não foram discutidas de maneira detalhada com os professores do Ensino Médio”.
b)” A retirada da obrigatoriedade das disciplinas de Sociologia e Filosofia comprometerá a formação de visão de mundo do alunado, a percepção crítica e interpretativa...”
c) “...as unidades escolares ofertarão cursos e disciplinas que possam atender à formação do alunado, para a escolha profissional...”
d) “...se os investimentos ficarem apenas nos valores anunciados inicialmente, não será viável, tendo em vista o tamanho da rede de Ensino Médio brasileiro”.
e) “Uma implantação brusca da proposta impacta, de maneira negativa, no planejamento e na execução do trabalho realizado”. 

07. Para defender o seu ponto de vista, a professora Adriana utilizou como estratégia de argumentação
I. a sua análise crítica e reflexiva.
II. a citação de dados estatísticos.
III. a comparação entre períodos da Educação no Brasil.
IV. a citação de lei.
V. exemplos bem sucedidos de ações educacionais.
a) Estão corretos os itens I, III e IV.
b) Estão corretos os itens I, III e III.
c) Estão corretos os itens II, IV e V.
d) Estão corretos os itens II, III, IV.
e) Estão corretos os itens III, IV e V.

http://www.humorpolitico.com.br/humor-2/terceirizacao-5/

08. Ao analisar a charge, pode-se concluir que
a) a terceirização beneficiará tanto a empresa quanto o empregado.
b) a terceirização é melhor para a empresa e pior para o empregado.
c) as empresas preferem funcionários não comprometidos e relapsos.
d) as empresas dão prioridade para contratar pessoas mais jovens.
e) as empresas estão demitindo os seus funcionários devido à crise econômica.

09. Ao observar a primeira cena da charge, é possível inferir, principalmente, que
a) o patrão não quer em sua empresa trabalhadores mais velhos.
b) o patrão não quer em sua empresa trabalhadores exemplares.
c) o patrão não quer em sua empresa trabalhadores com muitos direitos.
d) o patrão está indignado com a incompetência do funcionário.
e) o patrão demonstra total desinteresse pelas reivindicações do funcionário.

Ismália

Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar...
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar.

No sonho em que se perdeu,
Banhou-se toda em luar...
Queria subir ao céu,
Queria descer ao mar...

E, no desvario seu,
Na torre pôs-se a cantar...
Estava longe do céu...
Estava longe do mar...

E como um anjo pendeu
As asas para voar. . .
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar...

As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par...
Sua alma, subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar...

Alphonsus de Guimarães

10. Sobre o desejo de Ismália, “Queria subir ao céu,/ Queria descer ao mar”..., pode-se afirmar que


a) foi realizado de modo simbólico através do suicídio dela.
b) nunca foi concretizado e, por isso, Ismália faleceu de desgosto.
c) era apenas uma ilusão criada pela mente insana de Ismália.
d) representa o desejo das pessoas que apresentam uma doença da alma.
e) não passava apenas de uma grande admiração pelo luar.

11. No verso “E, no desvario seu”, a palavra “desvario” pode ser substituída, sem prejuízo de sentido, por
a) sonho.
b) decisão.
c) anseio.
d) insanidade.
e) aflição.

12. O momento em que Ismália caiu da torre foi registrado no verso
a) “Quando Ismália enlouqueceu”.
b) “Pôs-se na torre a sonhar...”.
c) “No sonho em que se perdeu,...”
d) “Banhou-se toda em luar...”
e) “E como um anjo pendeu...”




GABARITO: 01. C; 02. A; 03. E; 04. B; 05. C; 06. E; 07. A; 08. B; 09. C; 10. A; 11. D; 12. E.